Como a Dieta Carnívora Pode Ajudar a Combater a Inflamação Crónica

Dieta Carnívora Inflamação Crônica
Como a Dieta Carnívora Pode Ajudar a Combater a Inflamação Crônica

A dieta carnívora é uma dieta baseada em alimentos de origem animal, que exclui todos os alimentos de origem vegetal e isso, por si só, combate a inflamação crónica.

inflamação crónica é um tipo de inflamação que pode afetar qualquer pessoa ao longo da vida.

A inflamação é um processo, em que o corpo luta, contra aquilo que ele entende como prejudicial, portanto, quando algo danifica as células, o corpo liberta substâncias, que desencadeiam uma resposta do sistema imunitário.

Essa resposta inclui a libertação de anticorpos e proteínas, assim como o aumento do fluxo sanguíneo para o local afetado.

No caso de uma inflamação aguda, esse processo dura algumas horas ou dias, mas no caso de uma inflamação crónica, esse processo persiste durante muito mais tempo, deixando o corpo em permanente estado de alerta.

Ademais, a pesquisa mostra que a dieta carnívora combate a inflamação crónica, devido aos seus efeitos anti-inflamatórios.

A seguir estão descritas 10 formas da dieta carnívora combater a inflamação crônica!

#1 – Fonte de proteína de alta qualidade

A carne é uma excelente fonte de proteína de alta qualidade, que é essencial para a manutenção e reparação de tecidos e músculos.

Essa proteína é muito importante para a manutenção de um sistema imunológico forte e saudável, um pilar importantíssimo para combater a inflamação crónica.

#2 – Ácidos graxos ômega-3

A dieta carnívora inclui peixes gordos, que são uma excelente fonte de ácidos gordos ômega-3, que têm propriedades anti-inflamatórias, que ajudam a reduzir a inflamação crónica do corpo.

#3 – Ácido linoleico conjugado (CLA)

A carne de bovino e de cordeiro, que são, comumente, consumidas na dieta carnívora, são ricas em ácido linoleico conjugado (CLA), que tem propriedades anti-inflamatórias e que pode ajudar a reduzir a inflamação crónica.

#4 – Vitaminas do complexo B

A carne é uma boa fonte de várias vitaminas do complexo B, como vitamina B12, B6 e B9, que são essenciais para reduzir a inflamação crónica do corpo.

#5 – Zinco

A carne é uma excelente fonte de zinco, que é um mineral importante para a saúde do sistema imunitário e que ajuda a combater a inflamação crónica, bem como a proteger o corpo contra infeções.

#6 – Ferro

A carne é também uma boa fonte de ferro, que além de ser essencial para a produção de glóbulos vermelhos no sangue, também ajuda a reduzir a inflamação crónica no corpo, desde que não seja em excesso.

#7 – Creatina

A creatina é um composto sintetizado a partir de aminoácidos e é encontrado em carnes, especialmente, em carnes vermelhas.

Ela é armazenada, principalmente, nas fibras musculares e em menor percentagem no cérebro.

A creatina, além de ser uma fonte de produção de energia para as células musculares, também tem propriedades anti-inflamatórias e, portanto, pode ajudar a reduzir a inflamação crónica do corpo.

#8 – Glutationa

A carne é rica em glutationa, um peptídeo formado por 3 aminoácidos.

A glutationa é muito importante porque além de exercer uma forte ação antioxidante, importante para a proteção das células do estresse oxidativo, participa na biotransformação e eliminação de substâncias tóxicas do organismo.

Portanto, de um modo geral, ela funciona como um antioxidante que ajuda a reduzir a inflamação crónica.

#9Colágeno

A carne é uma fonte de colágeno, uma proteína importante para a saúde das articulações, tendões, cartilagens, ligamentos, …

O colágeno tem propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a reduzir a inflamação crónica do corpo.

#10 – Dieta pobre em hidratos de carbono

A dieta carnívora é naturalmente baixa em hidratos de carbono, o que pode ajudar por si só, a reduzir a inflamação crónica.

Como se trata de uma dieta rica em gorduras saudáveis, que têm propriedades anti-inflamatórias e só contempla alimentos naturais não processados, então acaba por ser preventiva em muitas patologias, inclusive de processos inflamatórios!

Conclusão

A pesquisa sobre os efeitos da carne na prevenção e tratamento de quadros de inflamação crónica, está cada vez mais clara!

A carne contém nutrientes e compostos que ajudam a combater a inflamação crónica.

Posso destacar: proteína de alta qualidade, ácidos gordos ômega-3, CLA, vitaminas do complexo B, zinco, ferro, creatina, glutationa, colágeno e presença de baixo teor de hidratos de carbono.

Durante um ano e meio pratiquei a Dieta Carnívora Clássica e obtive resultados muito positivos, no entanto, atualmente, pratico a Dieta Baseada em Animais.

Com esta Dieta, consegui melhorar ainda mais a minha saúde e performance física!

Com ORGULHO!

Carlos Coelho, do Blog Treino Natural!

Junta-te Aos Milhões De Leitores Que Querem Viver Uma Vida Plena Com Determinação e Sucesso.

Insere o teu melhor E-mail para te subscreveres

SubscreverNão envio spam. O teu E-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Carlos Coelho
Carlos Coelho

Olá! O meu nome é Carlos Coelho e sou o fundador do Blog Treino Natural. Tenho vivenciado o submundo da Dieta, do Treino e ainda uma filosofia de vida rebelde, ousada e determinada...

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utiliza este formulário para solicitar uma cópia dos teus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utiliza este formulário para solicitar a remoção dos teus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utiliza este formulário para solicitar a retificação dos teus dados neste site. Aqui podes corrigir ou atualizar os teus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utiliza este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do teu e-mail em nossas Listas de E-mail.