Qual a Diferença Entre a Dieta Carnívora e a Dieta Baseada Em Animais?

Dieta Baseada Em Animais
Qual a Diferença Entre a Dieta Carnívora e a Dieta Baseada Em Animais

Se és uma pessoa interessada e queres experimentar a Dieta ideal para promover a tua saúde, emagrecimento, tónus muscular e uma mentalidade forte, estás no Blog certo e hoje vais perceber a diferença entre duas excelentes Dietas, a Dieta Carnívora e a Dieta Baseada Em Animais!

Afinal, este artigo foi escrito para te mostrar que, tanto a Dieta Carnívora, como a Dieta Baseada Em Animais são os dois “Rolls Royces”, no mundo da nutrição saudável!

Mas, apesar da excelência que caracteriza as duas, existem diferenças importantes, que precisas conhecer…

Será uma melhor do que a outra?

Para a humanidade, ambas são, evolutivamente, poderosas e eficazes nos objetivos que te permitem alcançar!

Mas, qual é melhor para combater as doenças autoimunes?

Qual é a mais saudável e sustentável, se a fizeres a longo prazo?

Um pouco de História da Humanidade …

Tanto a Dieta Carnívora, como a Dieta Baseada Em Animais, ganharam uma grande popularidade nos últimos anos.

A Dieta Carnívora ganhou popularidade devido ao Dr. Shawn Baker, enquanto a Dieta Baseada Em Animais, ganhou terreno devido ao Dr. Paul Saladino.

Eu sigo os dois, mas no fundo não sigo nenhum!

O que quero dizer com isto?

Apesar de ter lido muito sobre as duas Dietas e acompanhar os trabalhos dos dois, eu apenas sigo o meu instinto, embora reconheça que ambos são pioneiros e defensores de uma Dieta Ancestral!

Quem me segue, sabe que me estou “fudendo” para os estudos, embora estude e os ponha em prática, frequentemente.

Acredito que o conhecimento é imprescindível, para que conheças a verdade, mas não basta ler e acreditar e é por isso, que ponho em prática tudo o que estudo, antes de escrever!

Acima de tudo, o que faço é um resumo para ti, do que, segundo a minha experiência, é prático, saudável e dá resultados extraordinários!

Já me disseram que sou extremista, em relação às Dietas e ao Treino, mas o que é certo, é que tanto as Dietas que defendo, como a forma de treinar se relacionam com a nossa origem e com a forma de viver dos nossos ancestrais.

Poderia escrever um Blog inteiro sobre a forma como os nossos ancestrais se alimentavam, há 4 milhões de anos atrás, mas vou deixar isso para uma próxima reencarnação!

Agora, está na hora de deixar de filosofar, mergulhar na prática e comparar estes dois tipos de dieta…

A Dieta Carnívora

Eu já escrevi vários artigos sobre a Dieta Carnívora, mas apesar disso penso que não estou a perder tempo, porque nunca me canso de recordar os pilares de uma vida e alimentação saudáveis!

Volto a relembrar, que uma Dieta Carnívora contempla carne, vísceras, peixe, ovos, marisco, e alguns lacticínios feitos de leite cru, tais como manteiga e queijos curados de ovelha, cabra ou vaca (por exemplo o queijo das ilhas dos Açores).

Se fazes esta dieta, espero que consumas, frequentemente, vísceras, ou seja, órgãos (fígado, rins, coração, miolos, língua, baço, …), já que são riquíssimos em nutrientes e devem ser incluídos em qualquer Dieta Carnívora!

Nesta dieta, deves excluir todas as plantas, vegetais, frutas, nozes, legumes, grãos e sementes.

Resumindo, esta é uma dieta rica em proteínas e gordura, mas com zero hidratos de carbono.

Assim, posso concluir que a Dieta Baseada em Animais teve origem na Dieta Carnívora, que é inegavelmente, uma versão mais extrema e rigorosa!

A Dieta Carnívora Clássica é ideal para quem tem problemas de saúde, nomeadamente doenças autoimunes, assim como muitas outras.

Se quiseres aprofundar mais os teu conhecimentos, aconselho-te a investigar o site paleomedicina.com, onde podes ler e comprovar todos os benefícios da Dieta Carnívora!

A Dieta que referem no site, intitula-se de PKD (Paleo Keto Diet), no entanto se pesquisares irás perceber que valorizam o consumo de carnes vermelhas, gorduras e vísceras e eliminam os hidratos de carbono, com o objetivo de promover a cetose.

Quais são as vantagens da Dieta Carnívora?

  • Em primeiro lugar, a Dieta Carnívora Clássica é a melhor para a perda de peso, já que exclui todos os hidratos de carbono;
  • Diminui os níveis de inflamação e acaba com a obesidade e com os problemas associados, já que a obesidade contribui para a inflamação do corpo e vice-versa;
  • Impede a construção de um corpo e mente degradados e excluídos pela sociedade, que ainda vive muito em função da imagem;

Eu nunca concordei com a designação de Bowling, já que, como muitas outras crianças, também o senti quando era mais novo, o que me motivou a treinar de forma consistente.

Na altura, eu não conhecia essa palavra, simplesmente aprendi com as minhas fraquezas e consegui usar isso para fortalecer a minha mente e o meu corpo.

  • A perda de peso, além de diminuir a inflamação, contribui para regular a pressão arterial, a sensibilidade à insulina e os marcadores gerais de saúde;
  • Os alimentos de origem animal estão repletos de nutrientes e gorduras benéficas, portanto saciam mais do que qualquer dieta convencional, evitando a compulsão alimentar e promovendo a prática do Jejum Intermitente;
  • Ninguém consegue comer de 3 em 3 horas ou comer em excesso numa Dieta Carnívora. Isso é inconcebível, já que é uma dieta, extremamente rica e densa em nutrientes.

Os benefícios gerais de uma Dieta Carnívora:

Melhora o cérebro, a clareza mental, a energia, a auto-estima, a libido, as doenças autoimunes e ainda promove o emagrecimento e a saúde em geral!

Quais são os efeitos secundários da Dieta Carnívora?

Se fores uma pessoa saudável, podes ter problemas de eletrólitos a longo prazo, devido à cetose!

A ausência de hidratos de carbono a longo prazo, provoca cãimbras, palpitações cardíacas, insónia e pode afetar os teus níveis hormonais.

No entanto, posso dizer-te que em 1 ano de Dieta Carnívora Clássica, não tive nenhum destes problemas.

Em contrapartida, quando comecei a consumir alguns hidratos de carbono saudáveis, beneficiei-me ainda mais, sobretudo, em vários marcadores clínicos.

Os níveis de glicemia e de insulina em jejum baixaram, os níveis de testosterona total e livre subiram e baixaram os níveis de SHBG!

Portanto, está na altura de te falar da Dieta Baseada em animais…

Os benefícios da Dieta Baseada Em Animais:

Como já referi anteriormente, a Dieta Baseada Em Animais, tem como base a Dieta Carnívora e concentra-se em carne e vísceras ou órgãos, porque estes são os alimentos mais biodisponíveis, evolutivamente.

Contudo, os nossos ancestrais também consumiam frutas, sazonalmente, assim como mel e, posteriormente, lacticínios crus.

Portanto, a Dieta Baseada Em Animais, segue o nosso genoma e permitiu que evoluíssemos, de forma superior.

Quais são os alimentos que deves evitar numa Dieta Baseada Em Animais?

Uma Dieta Baseada Em Animais, não inclui gorduras trans, tais como margarinas ou óleos vegetais, açúcares processados, vegetais e certas plantas tóxicas como, folhas, caules, raízes e sementes.

Provavelmente vais ficar surpreendido, mas a verdade é que as plantas possuem toxicidade para o ser humano!

As plantas não podem fugir dos seus predadores, e por isso, por um processo de hormese, defendem-se dos predadores produzindo toxinas.

Por isso, ficas a saber que as plantas geram toxinas prejudiciais à tua saúde, se as consumires muito frequentemente.

Mas, nem todas apresentam o mesmo grau de toxicidade:

Baixa toxicidade

Frutas doces – maçãs, laranjas, bagas, melão, banana, ananás, tâmaras, entre outras.

Frutas sem doce – Abacate, azeitonas, abóbora, curgete e pepino.

Média toxicidade

Arroz branco, vegetais fermentados, raízes, tubérculos, alcachofra, plantas aromáticas, coco, azeite, óleo de coco, óleo de abacate, canela de Ceilão.

Alta toxicidade

Arroz integral, vegetais, vegetais de folhas verdes (couves, espinafre, folhas de beterraba, agrião, alface, acelga, rúcula, endívia, repolho chinês e nabiças), beterraba, mandioca, alho, solanáceas, grãos, nozes e sementes, legumes, café, chá, chocolate, cogumelos, óleos de sementes e especiarias à base de sementes.

Porque razão, algumas plantas são mais tóxicas do que outras?

Como já referi, as plantas não “fogem” dos predadores e, por isso, a única forma de se defenderem é gerando compostos químicos, nas suas folhas, caules, raízes e sementes, para se defenderem!

Os estudos indicam que 99,99% dos pesticidas das plantas, são naturais, ou seja, são gerados pela própria planta para se proteger do ataque de pragas.

Portanto, estes pesticidas, apesar de naturais, são tóxicos para o ser humano!

Mas, mesmo assim, acredito que as plantas, como qualquer ser vivo, querem reproduzir-se…

As frutas, quando maduras estão prontas a ser consumidas, afinal, quando as ingeres e deitas fora as sementes que estão no seu interior, permites e garantes a perpetuação da espécie.

Quais são as vantagens da Dieta Baseada Em Animais?

  • Tal como na Dieta Carnívora Clássica, perdes peso, controlas a tensão arterial e beneficias o teu bem-estar geral.
  • A sensibilidade à insulina aumenta e os níveis de glicemia baixam ainda mais, comparativamente, aos resultados que obtive, quando fiz a Dieta Carnívora Clássica.
  • Embora, o meu peso corporal tenha aumentado, cerca de 4 quilos com a Dieta Baseada em Animais, julgo que se deve ao aumento da frequência de treino e ao aumento da massa muscular magra.

Contudo, acredito que a Dieta Carnívora Clássica, é mais eficaz para o emagrecimento, num curto espaço de tempo.

A verdade é que consumir alimentos de origem animal, segue o genoma humano!

Afinal, as pessoas que seguem de forma disciplinada as dietas da moda, acabam por ter resultados, mas não conseguem mantê-las por longos períodos de tempo!

Todas as pessoas que experimentaram dietas veganas, vegetarianas, cetogénica ou carnívora clássica, podem vir a ter deficiências nutricionais, que acarretam problemas de saúde, se as praticarem durante muito tempo.

A Dieta Baseada Em Animais é saciante, nutritiva e sustentável para toda a vida!

Não é difícil de entender, apesar de ser uma decisão que tens que tomar, comer carne, órgãos, fruta, mel e lacticínios crus, mantém o teu corpo em funcionamento ao mais alto nível!

O que escrevi neste artigo, é mais uma prenda saudável, que fiz para ti e que podes “desembrulhar” a qualquer momento!

Conclusão

As duas dietas, tanto a Carnívora Clássica, como a Dieta Baseada em Animais, são excelentes para a perda de peso e para afastar de ti qualquer tipo de doença.

A Dieta Carnívora é mais restrita e difícil de manter por longos períodos de tempo, mas muito eficaz para uma perda de peso mais rápida e para quem tem Doenças Autoimunes!

A Dieta Baseada em Animais é mais fácil de fazer e manter, porque não é tão restritiva e, no meu caso, permitiu que melhorasse ainda mais os meus níveis de glicemia, insulina e hormonas!

Tudo o que escrevi neste artigo é verdade e retrata também a minha experiência pessoal com ambas as dietas, mas continuo com algumas dúvidas, que só o tempo me ajudará a esclarecer melhor!

Contudo, se queres testar as melhores dietas que existem, segue o Blog treinonatural.pt

Com ORGULHO!

Carlos Coelho, do Blog Treino Natural!

Junta-te Aos Milhões De Leitores Que Querem Viver Uma Vida Plena Com Determinação e Sucesso.

Insere o teu melhor E-mail para te subscreveres

SubscreverNão envio spam. O teu E-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Carlos Coelho
Carlos Coelho

Olá! O meu nome é Carlos Coelho e sou o fundador do Blog Treino Natural. Tenho vivenciado o submundo da Dieta, do Treino e ainda uma filosofia de vida rebelde, ousada e determinada...

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicitar exportação de dados

Utiliza este formulário para solicitar uma cópia dos teus dados neste site.

Solicitar remoção de dados

Utiliza este formulário para solicitar a remoção dos teus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Utiliza este formulário para solicitar a retificação dos teus dados neste site. Aqui podes corrigir ou atualizar os teus dados por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Utiliza este formulário para solicitar o cancelamento de inscrição do teu e-mail em nossas Listas de E-mail.