Piza Saudável

Piza SudávelSerá que comer piza é prejudicial para a vossa saúde?

Poderemos incluir a piza no leque das refeições saudáveis ou no cardápio “fast food”?

A grande maioria, considera que comer piza não é saudável, o que tem algum fundo de verdade, pois grande parte delas são processadas e repletas de corantes, conservantes, intensificadores de sabor, glúten e muitos outros componentes, que nos fazem imediatamente, associar piza a “comida de plástico”.

Quem gosta de comida de verdade, nem sequer põe como hipótese, comer piza, como uma refeição principal, menos ainda quem segue a dieta Paleo/Primal, já que muitos dos ingredientes que as constituem, não são permitidos aos que seguem este estilo de vida. Refiro-me sobretudo à farinha (trigo, milho ou centeio) e a outros ingredientes que entram na composição das bases, da maioria das pizas.

A comunidade Paleo/Primal tem divulgado e partilhado algumas versões de bases para pizas isentas de farinhas com glúten, algumas simples, outras mais complexas, outras que nos afastam do sabor e textura a que nos habituamos a sentir, sempre que comemos piza.

A minha filha sempre adorou piza, e como pais sempre nos preocupamos com a sua alimentação, tentando sempre minimizar os estragos dos alimentos que considerávamos menos saudáveis.

Por isso a piza que comemos é feita cá em casa, é simples, económica, utiliza ingredientes saudáveis e aproxima-se, tanto em sabor, como em textura, da tradicional piza, que nos habituamos a comer.

Esta piza é uma opção viável para todos, mesmo para os que se preocupam com a dieta e a performance física, pois contempla ingredientes naturais, não processados e nutricionalmente densos, que fazem dela uma refeição saudável e nutritiva.

Certamente, que ao comerem esta piza vão ficar deliciados, saciados, leves e com o corpo e a mente sãos.

APROVEITA AS NOVIDADES DO BLOG TREINO NATURAL
Junta-te ao estilo de vida de Treino Natural e viverás saudável, poderoso, com um corpo estético e natural!
Nós odiamos spam. 100% seguro!

Os ingredientes que coloquei em cima da base são bastante diversificados, mas todos saudáveis e nutritivos. No entanto, dentro do que é permitido na Dieta Paleo/Primal, podem diversificar, acrescentar ou substituir por outros ingredientes que vos agradem mais.

Ingredientes para a Base:

– 200 Gr. Flocos de Aveia (de preferência sem glúten) triturados;

– 2 Colheres sopa de Azeite extra virgem;

– Sal Marinho q.b.;

– 110 Gr. Água morna (a quantidade pode variar um pouco, dependendo da textura dos flocos de aveia).

Base da Piza

Base da Piza

Ingredientes para o Molho de Tomate:

– 200 Gr. Polpa de Tomate (escolham polpa de tomate simples, sem aditivos).           Como já referi numa outra receita, a maioria das versões existentes não contém aditivos, apenas ácido cítrico, um ácido orgânico simples, que está naturalmente presente nos citrinos, o que não constitui qualquer problema.

– 1 Dente de Alho picadinho;

– Sal Marinho q.b.;

– Orégãos q.b.;

– 1 Colher sopa de Azeite extra virgem;

– 1 Colher sopa de Vinho branco.

Ingredientes para colocar em cima da Piza:

– Queijo da Ilha ralado q.b.;

– Cenoura e Beterraba q.b.;

– Bacon q.b.;

– Atum ao natural q.b. (não utilizem latas de atum em óleo);

– 2 Ovos cozidos;

– Ananás q.b.;

– Tomate q.b.;

– Azeitonas q.b.;

Modo de Preparação:

Para a base, coloquem num recipiente os flocos de aveia triturados, adicionem uma pitada de sal marinho, o azeite e a água até obterem uma massa um pouco pegajosa.

Peguem em 2 folhas de papel vegetal e coloquem uma por baixo da massa e outra por cima. Com o rolo por cima do papel vegetal, vão esticando a massa até que fique com a espessura e a forma que desejarem. A base está pronta!

A seguir preparem o molho de tomate, misturando todos os ingredientes pela ordem indicada e espalhem-no uniformemente por cima da base.

O passo seguinte é colocar algum queijo da ilha ralado por cima do molho de tomate e adicionar todos os ingredientes mencionados: o bacon às tiras, a cenoura e a beterraba raladas, o atum ao natural desfiado, os ovos cozidos cortados em rodelas, alguns pedaços de ananás, tomate às rodelas e algumas azeitonas. Para finalizar distribuam por toda a piza, mais algum queijo da ilha ralado. Podem sempre optar por outros ingredientes, da vossa preferência, dentro do que é permitido na Dieta Paleo/Primal.

A Piza Antes de Ir ao Forno

A Piza Antes de Ir ao Forno

Coloquem a piza no forno a 180 graus, durante alguns minutos e demonstrem a vocês próprios que comer bem não significa comer sem sabor… Surpreendam tudo e todos, mostrando que piza não tem que ser sinónimo de “comida de plástico”, pelo contrário, pode constituir um prato principal saudável e com uma enorme diversidade de nutrientes!

Vale sempre a pena inovar, substituir e transformar, em prol da nossa saúde e do nosso bem-estar!

Acredito plenamente, que não vão conseguir comer esta piza apenas uma vez, vão com certeza querer repetir a receita, que é de comer e chorar por mais.

No entanto, não esqueçam de acompanhar a vossa refeição de piza com água alcalina ou com um bom copo de vinho tinto! Refrigerantes não são permitidos!

“E como a saúde é o nosso bem mais precioso, comam com prazer, de forma saudável e sem sentimentos de culpa, o vosso corpo agradece!” (Carla Coelho)

APROVEITA AS NOVIDADES DO BLOG TREINO NATURAL
Junta-te ao estilo de vida de Treino Natural e viverás saudável, poderoso, com um corpo estético e natural!
Nós odiamos spam. 100% seguro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WordPress Anti Spam by WP-SpamShield

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.