Emagrecimento e Testosterona

Emagrecimento e testosterona

Querem emagrecer?

Querem perder peso corporal?

Querem queimar gordura?

Estas questões parecem idênticas mas, no fundo, são bem distintas umas das outras!

Pessoalmente, considero bem mais interessante queimar gordura, que emagrecer ou perder peso corporal, no entanto, isso dependerá dos objetivos de cada um. Na minha opinião as duas últimas situações podem não ser ideais para atingirem os vossos objetivos, em termos de performance física.

A esta altura devem estar a questionar-se…Porquê?

Como todos os estudos indicam, a perda de massa muscular vai sendo cada vez mais significativa com o decorrer da idade. Eu, com 41 anos de idade, comecei a aperceber-me desta realidade!

Quando comecei a minha jornada de emagrecimento tinha como objetivo principal, perder gordura corporal, mas não perder, massa muscular magra!

O meu objetivo principal não era perder quilos na balança, no entanto, isso aconteceu, como efeito colateral do estilo de vida que decidi seguir!

Nos primeiros 2 meses perdi 12 Kg e, posteriormente, seguiram-se mais alguns! E o melhor foi que, o meu rendimento físico nos treinos não foi afetado!

Sabem o motivo disso ter acontecido?

É simples de perceber… Eu coloquei em prática, vários métodos que preservaram a minha massa muscular magra, mas que permitiram que queimasse gordura corporal!

Um dos métodos que pus em prática foi, incrementar os meus níveis de Testosterona!

APROVEITA AS NOVIDADES DO BLOG TREINO NATURAL
Junta-te ao estilo de vida de Treino Natural e viverás saudável, poderoso, com um corpo estético e natural!
Nós odiamos spam. 100% seguro!

Mas será verdade que a Testosterona pode auxiliar na perda de gordura corporal?

É a resposta a esta questão que pretendo esclarecer neste artigo!

Como adepto incondicional de musculação, estou consciente que culturistas profissionais, utilizaram durante várias décadas e ainda utilizam, testosterona sintética, com a finalidade de aumentarem a sua massa muscular magra e, simultaneamente, queimarem a gordura em excesso que possuem.

A testosterona sintética é uma base importante e imprescindível em qualquer ciclo de anabolizantes.

Então, eu pensei em aumentar os meus níveis de testosterona!

Mas o meu objetivo não era prejudicar a minha saúde, nem ter que sofrer o inferno de todos os efeitos colaterais, associados ao uso dos esteróides anabolizantes. Por isso, só me restava uma hipótese… Aumentar os meus níveis de Testosterona de forma natural, o que significava recorrer a uma alimentação adequada e a treinos específicos, para o efeito.

Obviamente que o aumento de Testosterona de forma natural, não permite que nos transformemos numa aberração em termos musculares, mas essa também não era a minha intenção!

Quando conseguimos aumentar os níveis de Testosterona, conseguimos queimar gordura corporal, o que acaba por se traduzir em perda de peso.

Para perder peso não basta fazer uma alimentação saudável, pois precisamos manter um balanço energético negativo, o que significa que, necessitamos queimar mais energia do que aquela que consumimos.

Quando nos mantemos num balanço energético negativo, o nosso corpo utiliza as próprias reservas energéticas, para conseguir manter todas as suas funções vitais. No entanto, não queremos que o corpo utilize as reservas energéticas existentes a nível muscular, mas sim as que se encontram armazenadas sob a forma de gordura.

Não é assim?

Já sei a vossa resposta…

“ O que pretendo é ser magro e tonificado, não quero um corpo flácido e fraco!”

Existem estudos que demonstram que para ocorrer perda de peso é necessário haver restrição calórica… Sim, é verdade… Então isso quer dizer que se consumirem apenas 500 calorias diárias, mesmo que sejam provenientes de alimentos muito pouco saudáveis, como chocolates, pizas, refrigerantes, ou outros, podem de facto conseguir emagrecer!

A esta altura, devem estar completamente baralhados… Afinal se a restrição calórica produz emagrecimento, então isso significa que possuir níveis elevados de Testosterona não é assim tão importante para originar queima de gordura corporal!

ERRADO!

Enquanto fizerem restrição calórica e mantiverem um balanço energético negativo, vão perder peso, independentemente dos vossos níveis de testosterona. Mas, a vossa saúde, os vossos níveis hormonais e o vosso tónus muscular serão fortemente comprometidos.

Podem até gostar do que vêm quando estão vestidos, afinal de contas perderam alguns quilos e estão visivelmente mais magros, mas o mesmo não irá acontecer, quando se virem despidos!

Ok, podem sempre argumentar que não pretendem andar despidos e que o mais importante, é terem uma boa aparência na roupa que usam!

Não concordo…Se pensarem um pouco vão perceber que, diariamente nos vimos ao espelho, diariamente estamos despidos frente à nossa cara metade, no verão gostamos de ir à praia ou à piscina, e um corpo magro e flácido não melhora em nada a nossa autoestima. Muitas vezes sentimos vergonha de nos despirmos diante do sexo oposto e arranjamos desculpas para não frequentarmos a piscina ou a praia, só para que não nos vejam despidos.

Mas voltemos ao que interessa e ao tema principal deste artigo…

Os estudos indicam:

  • Níveis elevados de Testosterona ajudam o organismo a queimar tecido adiposo (gordura), em vez de massa muscular;
  • Níveis elevados de Testosterona, contribuem para aumentar o metabolismo, conduzindo a um gasto superior de energia e criando um maior deficit de calorias;
  • Altos níveis de Testosterona plasmática inibem a formação de novas células de gordura.
  • Os indivíduos obesos possuem, normalmente, níveis baixos de Testosterona, o que por sua vez, conduz ao aumento dos níveis de estrogénio (uma hormona feminina), o que resulta em decréscimos nos níveis de testosterona. Toda esta situação despoleta um ciclo vicioso, cujo resultado são níveis muito baixos de Testosterona.
  • Um estudo efetuado com um fármaco, utilizado prepositadamente para baixar os níveis de testosterona, causou um aumento de 36% de massa gorda, em seres humanos saudáveis.

Conclusão

  • Do ponto de vista natural, tanto homens, como mulheres devem manter os seus níveis de testosterona, o mais altos possível, dentro do que são considerados os valores de referência normais, tendo em conta o sexo e a idade de cada indivíduo.
  • Níveis elevados de testosterona permitem, ingerir mais calorias, aumentando a massa muscular magra e mantendo a percentagem de gordura corporal.
  • Níveis elevados de testosterona, permitem mesmo em situações de deficit calórico, diminuir a percentagem de gordura corporal, preservando a massa muscular magra.

Para os praticantes de musculação natural é imprescindível aumentar os níveis de testosterona natural, para se conseguirem aumentos musculares.

Pessoalmente, consegui triplicar a minha testosterona, de forma natural, através da dieta Paleo/Primal, da prática de Jejum Intermitente e de Treinos de Alta Intensidade!

Sigam o blog e subscrevam-se…ajudem-nos a crescer!

É totalmente grátis e permite-vos receber, via email, todas as notificações dos artigos publicados!

Sejam determinados e sintam orgulho de terem um corpo magro e tonificado, com a estética de um guerreiro e repleto de saúde!

Se eu e a minha esposa conseguimos, vocês também conseguem!

Termino com uma citação: “Homem enérgico e bem-sucedido é aquele que consegue transmutar as fantasias do desejo em realidade.” (Sigmund Freud)

APROVEITA AS NOVIDADES DO BLOG TREINO NATURAL
Junta-te ao estilo de vida de Treino Natural e viverás saudável, poderoso, com um corpo estético e natural!
Nós odiamos spam. 100% seguro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WordPress Anti Spam by WP-SpamShield

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.